Agende sua Consulta

Escolha o melhor horário e data que você deseja ser atendido.

Saiba o que fazer hoje para garantir a sua audição no futuro

Saiba o que fazer hoje para garantir a sua audição no futuro

Postado por MRusso Digital em 15/jun/2018 - Sem Comentários

 

Saiba o que fazer hoje para garantir a sua audição no futuro

 

A perda auditiva está muito associada ao envelhecimento e a um desgaste natural do organismo e, por isso, faz com que muita gente acredite que há pouco a ser feito para impedir o problema. Grande engano. Apesar de ser difícil reverter os danos que acometem os ouvidos ao longo da vida, especialistas garantem que algumas precauções diárias – e bem simples — podem ajudar a preservar e a manter a saúde auditiva por mais tempo. E, quanto antes você decidir poupar os seus ouvidos, melhor. A seguir, nossos profissionais fonoaudiólogos revelam o que você já deve fazer hoje, pensando no futuro:

Abaixe o volume: a Organização Mundial de Saúde (OMS) já alertou para o fato de que metade (50%) dos jovens no mundo, com idades entre 12 e 35 anos, usa seus fones de ouvido de forma prejudicial e, portanto, corre mais risco de apresentar perda auditiva. A boa notícia – e que deveria chegar o quanto antes aos ouvidos de todos eles – é que o futuro pode ser outro para quem começar agora a diminuir o volume do celular ou do rádio e o tempo que se dedica para apreciar aquela playlist diária. Se agora mesmo o colega ao lado estiver ouvindo o som do seu fone, cuidado: ruídos de mais de 85 dB (decibéis) podem causar danos irreversíveis aos ouvidos.

Descubra o que são e evite as substâncias ototóxicas: esse nome (ototóxica) de difícil pronúncia indica que uma substância pode ser nociva aos ouvidos e, portanto, oferecer algum impacto na audição. É o caso de muitos medicamentos prescritos (como antibióticos, diuréticos, quimioterápicos e analgésicos) e até de bebidas que contenham álcool e cafeína. O melhor, segundo especialistas, é sempre evitar o consumo excessivo. E, no caso dos medicamentos, conversar sempre com o médico sobre o assunto para que, juntos, possam optar pelo componente ativo menos prejudicial.

Tenha hábitos mais saudáveis: manter uma rotina de alimentação mais equilibrada e natural e de exercícios parece ser mesmo a receita universal para afastar qualquer tipo de problema. Para a saúde auditiva, por exemplo, os benefícios dessa mudança de atitude são evidentes e explicados pela prevenção de doenças e a melhoria cardiovascular. Afinal, para funcionar adequadamente, as células do ouvido interno dependem do bem-estar geral do organismo e de uma quantidade de fluxo sanguíneo adequada todos os dias.

Converse sempre com um especialista: doenças, como diabetes ou aquelas que afetam a tireóide, e algumas condições de saúde podem estar associadas de alguma forma a perdas auditivas. Assim, só um profissional especializado em audição (como fonoaudiólogos ou médicos otorrinolaringologistas, por exemplo) pode orientar sobre as melhores condutas de prevenção ou tratamento de danos causados aos ouvidos. Esses especialistas também podem ser procurados para a realização de avaliações que ajudam a identificar o quanto antes a perda auditiva e a receitar o melhor aparelho auditivo para cada caso.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Leia Mais microsom

Tópicos recentes

VEJA TAMBÉM:

Nós entramos em contato com você

Receba nossa newsletter

OUTRAS SOLUÇÕES PARA VOCÊ: