banner-blog-cuidando-de-si-durante-pandemia

Cuidando de si mesmo em casa durante a pandemia de Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Com milhares de mortes em todo o país, a pandemia de Covid-19 avança e causa altos níveis de ansiedade e medo.

Embora muitas das pessoas que contraem o vírus apresentem sintomas leves e não necessitem de tratamento hospitalar, alguns grupos são mais vulneráveis ​​a sintomas graves. Os idosos e as pessoas com problemas de saúde subjacentes, especialmente doenças cardiovasculares, diabetes e doença pulmonar obstrutiva crônica, correm um risco maior de consequências mais graves.

Como essas condições estão frequentemente presentes em pessoas que sofrem de apneia do sono, isso também pode colocá-las em um risco maior. Manter o tratamento para apneia do sono, como o uso do CPAP, ajudará a continuar a ter boas noites de sono, ajudando a fortalecer o sistema imunológico.

Dois dos sintomas mais comuns da Covid-19 são febre e tosse seca. No entanto, nos primeiros dias da doença surgem alguns sintomas de alerta que podem indicar que o vírus será mais difícil de combater, como falta de ar ou dificuldade para respirar, dor abdominal, dor de cabeça significativa, problemas para comer e beber.

Qualquer pessoa com sintomas de alerta deve procurar um médico para obter aconselhamento.

A maioria das pessoas que contrai o vírus não precisará de hospitalização e poderá cuidar de sua doença em casa. Nessa situação, há uma série de coisas simples para ajudar a prevenir a propagação do vírus.

Primeiramente, caso apresente os sintomas da doença, a quarentena continua sendo a maneira mais eficaz. Isso significa dormir em um cômodo separado, evitando usar cômodos comuns e evitando sair de casa.

Outras maneiras de ajudar a prevenir a propagação do vírus, mesmo não exibindo nenhum sintoma, incluem:

  • Usar uma máscara facial.
  • Lavar as mãos regularmente com água e sabão por pelo menos 20 segundos.
  • Usar álcool em gel as mãos contendo pelo menos 70% de álcool.
  • Evitar tocar seus olhos, nariz e boca.
  • Tossir e espirrar em um lenço de papel, sempre descartando em locais apropriados.
  • Manter pelo menos 6 pés de distância de outras pessoas.

Em casos de febre, uma compressa fria pode ser usada para aliviar e certifique-se de se manter hidratado, fazer uma alimentação saudável e descansar bem. Dormir de barriga para baixo pode ajudar, para manter os pulmões abertos.

Para aqueles com diagnóstico de apneia do sono e usando CPAP como parte de seu tratamento, este é um momento para ficar mais vigilante ao limpar e manter o equipamento do dispositivo e mantê-lo livre de infecções. O sono continua sendo uma importante ferramenta restauradora para o corpo e seu dispositivo CPAP pode continuar a ajudá-lo a obter melhores noites de sono.

Em caso de sintomas ou dúvidas, a recomendação principal é procurar um médico.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Quer tirar dúvida com um de nossos especialistas?

Sua dúvida pode ser de outra pessoa também. Ajude-nos a ajudar mais pessoas. 

Mantenha-se informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo e informações sobre saúde.

Grupo Microsom SAC

Olá, em que posso ajudá-lo(a)? Me informe seu email e telefone para iniciarmos uma conversa sem compromisso ;)