banner-blog-utilizar-celular-prejudica-sono

Telas eletrônicos x Boa noite de sono

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Utilizar celular antes de dormir prejudica seu sono?

O sono desempenha um papel importante na manutenção de nossa saúde e bem-estar geral. Enquanto dormimos, nosso corpo passa por uma série de processos que o ajudam a se recuperar do dia que acaba de passar e a se preparar para o dia seguinte.

A falta de sono tem sido associada a várias condições de saúde, incluindo doenças cardíacas, diabetes tipo 2, obesidade, níveis mais baixos de imunidade e depressão, entre outros problemas de saúde. No entanto, as pessoas podem lutar para obter o descanso com qualidade de que precisam devido a fatores como estresse, ansiedade, dieta inadequada e distúrbios do sono – incluindo a síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS).

Seja qual for o motivo pelo qual alguém pode ter dificuldade para ter uma boa noite de sono, os médicos recomendam mudar os maus hábitos: evitar comer refeições pesadas ou consumir álcool antes de ir para a cama, além de eliminar qualquer tempo de tela eletrônica antes de dormir.

Nossas rotinas de sono são determinadas por nosso relógio biológico. Isso também é conhecido como nosso ritmo circadiano, um relógio biológico de 24 horas que controla nosso ciclo de sono.

O ritmo circadiano usa sinais de luz para ajustar o relógio biológico, principalmente a luz do dia e da noite. Em anos passados, essa era toda a fonte de luz com a qual nosso corpo se preocupava. No entanto, com a invenção da iluminação artificial e, mais recentemente, telas eletrônicas de todos os tipos, nossos relógios biológicos têm muito mais informações sensoriais para lidar.

A reprodução de telas eletrônicas no cotidiana aumentou nossa exposição à luz azul, ou seja, ficamos expostos à luz azul durante o dia, principalmente da luz do sol quando estamos fora de casa. No entanto, isso é bom, pois ajuda a aumentar nossos níveis de alerta ao mesmo tempo em que melhora nosso humor e desempenho. É o aumento da exposição à luz azul durante a noite que pode ser uma das razões pelas quais as pessoas podem ter dificuldade em adormecer.

Quando a luz do dia começa a cair, um hormônio chamado melatonina é liberado, o que diz ao corpo para se cansar e se preparar para dormir. É aqui que a exposição a fontes de luz à noite pode ser um problema, pois pode suprimir a produção de melatonina e causar problemas para dormir.

Alguns estudos chegaram a relacionar a exposição à luz durante a noite como um fator de risco aumentado para problemas de saúde como câncer, doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e obesidade.

Qualquer luz à noite causará uma queda na produção de melatonina, mas a luz azul tem o maior impacto e é a razão pela qual esse aspecto da vida moderna pode ser prejudicial para uma boa rotina de sono.

Um estudo feito em Harvard comprovou que os efeitos da luz azul e verde foram analisados. Os pesquisadores compararam o impacto de aproximadamente 6 horas de exposição a ambas as cores em um nível comparável de brilho e o resultado foi que a luz no comprimento de onda azul suprimiu a produção de melatonina por cerca de duas vezes mais do que a exposição à luz verde.

Uma dica comprovada por especialistas é o uso de óculos escuros para pessoas que trabalham à noite ou que mantêm horários irregulares por qualquer motivo. Os óculos de cor âmbar são uma das formas mais eficazes de conter a luz azul emitida por dispositivos eletrônicos. Bloquear a luz azul permitirá que sua melatonina natural regule seu sono.

Claro, existem outras dicas para ajudar a facilitar o seu corpo no modo de suspensão. Simplesmente desligar as luzes sempre que possível ou diminuí-las é um bom ponto de partida. Remover a tentação de usar telas no quarto – e evitar as telas por duas ou três horas antes de dormir – também pode ajudar a promover um bom sono.

Lidar com o nível de luz azul a que você está exposto durante a noite é importante para acertar o relógio biológico e garantir uma boa rotina de sono.

Referência: https://www.cpap.co.uk/2020/07/how-blue-light-can-affect-your-sleep

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Quer tirar dúvida com um de nossos especialistas?

Sua dúvida pode ser de outra pessoa também. Ajude-nos a ajudar mais pessoas. 

Mantenha-se informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo e informações sobre saúde.

Grupo Microsom SAC

Olá, em que posso ajudá-lo(a)? Me informe seu email e telefone para iniciarmos uma conversa sem compromisso ;)