Os efeitos da apneia do sono na memória e na cognição

A apneia do sono é um distúrbio que o fluxo de ar é interrompido repetidamente durante o sono, causando despertares frequentes durante a noite, o que pode ocorrer devido a obstruções nas vias aéreas. Esses despertares e episódios de falta de oxigênio podem ter um impacto significativo na memória e na função cognitiva.

Uma boa noite de sono possui um papel importante no processo de estabilização da memória e na função cognitiva.

Durante a noite de sono, ocorrem vários estágios, incluindo o sono profundo (sono de ondas lentas) e o sono REM (movimento rápido dos olhos), que são essenciais para o desenvolvimento cognitivo, ajudando com a aprendizagem, a memória e a resolução de problemas. No entanto, a apneia do sono interrompe esses estágios essenciais de sono de várias maneiras:

  • Despertares: Durante os episódios de apneia, o cérebro sofre com despertares frequentes para restaurar a respiração normal. Isso resulta em micro despertares que interrompem o ciclo de sono natural e impedem a entrada nos próximos estágios, importantes e restauradores do sono.
  • Redução da duração da noite de sono: A apneia do sono leva a uma perda significativa do sono, o que significa que as pessoas com o distúrbio têm dificuldade em manter um sono ininterrupto e contínuo durante a noite. Essas interrupções acabam prejudicando a consolidação da memória e a função cognitiva.
  • Hipoxia (Falta de Oxigênio): Hipoxia é a ausência de oxigênio nos tecidos para manter as funções corporais. Durante as pausas na respiração, ocorre uma diminuição nos níveis de oxigênio no sangue. Essa hipoxia pode afetar e causar danos às células cerebrais e às sinapses, afetando principalmente a função cognitiva.

Os efeitos da apneia do sono na memória e na cognição são observados em várias áreas:

Memória de trabalho: A apneia do sono afeta de forma negativa a capacidade de manter informações temporariamente para tarefas de curto prazo. Isso gera dificuldades em acompanhar informações em reuniões, aulas, conversas ou ao realizar tarefas simples da rotina.

Memória de longo prazo: O processo de estabilização da memória de longo prazo é afetado, o que pode resultar em dificuldades em lembrar eventos passados, nomes e informações importantes.

Atenção e concentração: A apneia do sono leva a déficits na atenção e na concentração, o que pode prejudicar o desempenho no trabalho, na escola e nas atividades diárias.

Funções executivas: As funções executivas, como o planejamento, a tomada de decisões e a resolução de problemas, também podem ser comprometidas, já que as funções executivas estão relacionadas ao processo cognitivo.

Os efeitos da apneia do sono na memória e na cognição não devem ser subestimados, esses efeitos têm um sério impacto negativo na qualidade de vida e na saúde cerebral a longo prazo.

Existem diversos tratamentos eficazes para a apneia do sono, como a terapia com pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP), mudanças no estilo de vida e cirurgia em casos graves. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são essenciais para reduzir esses efeitos adversos, melhorar a qualidade do sono e preservar a saúde cognitiva ao longo da vida.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais:

Facebook
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Quer tirar dúvida com um de nossos especialistas?

Sua dúvida pode ser de outra pessoa também. Ajude-nos a ajudar mais pessoas. 

Mantenha-se informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo e informações sobre saúde.

Grupo Microsom SAC

Olá! Posso ajudá-lo(a)? Informe seu email e telefone para iniciarmos uma conversa sem compromisso ;)

bitrix