Agende sua Consulta

Escolha o melhor horário e data que você deseja ser atendido.

Nasce uma estrela – um alerta sobre zumbido no ouvido

Nasce uma estrela – um alerta sobre zumbido no ouvido

Postado por MRusso Digital em 12/mar/2019 - Sem Comentários

O premiado filme com Lady Gaga e Bradley Cooper traz à tona o problema do zumbido no ouvido e ajuda com a reflexão sobre o estigma em torno de problemas auditivos.

O filme Nasce uma estrela, estrelado por Lady Gaga e Bradley Cooper, além de levar a estatueta do Óscar pela melhor canção original, trouxe à luz um problema que aflige mais de 270 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS): o zumbido no ouvido, cientificamente conhecido como tinnitus. No Brasil, cerca de 28 milhões de pessoas convivem com o problema, que se caracteriza por um som incômodo no ouvido. Este som pode se assemelhar a um ruído agudo, uma abelha, um chiado ou um estalo. Apesar de o zumbido no ouvido ser um distúrbio relativamente comum, há poucos exemplos de personagens de ficção, em livros, cinema ou novela, que abordam sobre esse tipo de problema.

Em Nasce uma estrela, Bradley Cooper faz o papel de Jackson Maine, um astro do rock que sofre de zumbido no ouvido e apresenta resistência ao  tratamento e medidas de prevenção, como proteger o ouvido de sons muito altos. O personagem também enfrenta problemas de alcoolismo e vício em medicamentos, possivelmente relacionados com o distúrbio auditivo. Bradley, que também dirigiu o filme, não sofre com zumbido no ouvido na vida real, mas teve diversos problemas auditivos na infância. Ele inclusive recrutou seu próprio médico para o papel de otorrinolaringologista no filme.

O zumbido ocorre quando o ouvido passa a identificar impulsos sonoros sem que estes sejam enviados externamente. Problemas ortodônticos e bruxismo, exposição a barulho alto, infecção, estresse, tumores, problemas neurológicos, hormonais ou cardiovasculares, abuso de substâncias e perda auditiva são alguns dos fatores que podem desencadear o problema. Além de atrapalhar a concentração, o sono e atividades sociais e de lazer em geral, o zumbido não tratado pode acarretar distúrbios emocionais graves, como ansiedade, depressão e tendências suicidas. Maria do Carmo Branco, gerente de produtos da Microsom, acredita que o filme Nasce uma estrela pode incentivar as pessoas que sofrem com o problema a procurar ajuda médica. “No caso específico do personagem, estamos falando de um indivíduo jovem e famoso, o que demonstra que problemas auditivos não acontecem apenas com idosos, e que é preciso superar o estigma da questão da perda auditiva”, comenta.

Maria do Carmo ressalta que nem todas as pessoas que sofrem com o incômodo do zumbido no ouvido persistem na busca de um tratamento. “Como a lista de possíveis causas do zumbido é grande, o caminho para o tratamento certo pode ser longo. Muitas vezes será necessária uma investigação envolvendo uma equipe multidisciplinar de profissionais da saúde, como ortodontista, fisioterapeuta, nutricionista, endocrinologista, psicólogo, psiquiatra, entre outros”, explica. Em muitos casos, zumbido no ouvido tem cura. Em outros, é possível fazer tratamentos para amenizar o problema e melhorar significativamente a qualidade de vida. O primeiro passo é procurar um médico e iniciar a investigação da causa, por meio de exames específicos. O importante é buscar auxílio profissional o quanto antes, impedindo que o incômodo gere impactos negativos na vida e na saúde de quem sofre com o problema.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Leia Mais microsom

Tópicos recentes

VEJA TAMBÉM:

Nós entramos em contato com você

Receba nossa newsletter

OUTRAS SOLUÇÕES PARA VOCÊ: